Assembleia recusa proposta patronal de reajuste de 9%

Rodoviários da base do SINTRONAC rejeitaram, por unanimidade, em assembleia realizada na sede do Sindicato, na tarde desta quarta-feira (15/06), a proposta das empresas de ônibus de reajuste salarial de 9%, divididos em duas vezes, com pagamento no salário de junho e no de novembro. A categoria também recusou a cesta básica de R$ 200,00 e a mudança na data-base para 1º de novembro, também propostas pelos patrões.

MATÉRIA REJEIÇÃO

Rodoviários mantiveram a proposta original da categoria em assembleia (fotos KAMILA FONSECA)

Pelo menos 800 rodoviários compareceram à assembleia convocada pelo SINTRONAC. Todos mantiveram as reivindicações originais da categoria, de reajuste salarial de 15%, já no salário de junho, aumento de 50% na cesta básica, que passaria a ser R$ 255,00, e volta da data-base para 1º de março.

Segundo o presidente do SINTRONAC, Rubens dos Santos Oliveira, as empresas serão comunicadas imediatamente a resolução da assembleia e as negociações com os patrões serão retomadas.

“É papel do sindicato encaminhar as propostas da categoria e é o que vamos fazer, ou seja, defender intransigentemente o interesse dos rodoviários. Sabemos que é um momento difícil da vida nacional, mas os trabalhadores rodoviários são um segmento muito importante da força produtiva deste País e merecem ser ouvidos”, afirmou Rubens.

Veja imagens da assembleia:

001020313456789101112 131415