Barcas testam sistema que também pode ser usado em ônibus

Usuários das barcas do Rio de Janeiro já podem pagar passagens com o celular ou cartão contactless. A Visa anunciou, nesta segunda-feira (3/8), um projeto piloto em parceria com a CCR Barcas para levar o pagamento por aproximação via NFC às catracas das estações Araribóia, em Niterói, e Praça XV, na capital fluminense. Essa tecnologia ou outra similar tem sido reivindicada pelo SINTRONAC para ser adotada nos ônibus de nossa base, reduzindo os efeitos da dupla função sobre os motoristas, e está em fase de negociações com as empresas.

Tecnologia NFC pode facilitar a vida dos motoristas

A parceria entre as empresas pretende agilizar e facilitar a vida dos passageiros, já que não precisam mais encarar filas para comprar bilhetes ou recarregar o Bilhete Único. Agora, basta aproximar dispositivos compatíveis com a tecnologia nos validadores indicados e embarcar. A cobrança será debitada diretamente na fatura do cartão.

A iniciativa é possível graças ao Visa Secure Access Module (SAM), que, segundo a Visa, “permite a aceitação de qualquer cartão, celular ou dispositivo com a tecnologia de pagamento por aproximação, sem a necessidade de trocar sua atual infraestrutura de validadores das roletas”. A transação não gera custos e taxas adicionais aos clientes.

Esta é mais uma ação para levar pagamentos via NFC (Near Field Communication) ao transporte público do Rio de Janeiro. Em abril de 2019, a MetrôRio, concessionária do metrô carioca, habilitou as transações por aproximação em todas as estações da cidade. Em fevereiro, as catracas do modal começaram a aceitar cartões Mastercard.