Rodoviários cobram medidas contra aglomerações em terminais de ônibus

O Sindicato dos Rodoviários de Niterói a Arraial do Cabo (Sintronac) enviou, nesta sexta-feira (26/03), ofício ao Governo do Estado e às prefeituras dos 13 municípios, que integram a base territorial da entidade, reivindicando uma maior fiscalização nos terminais de ônibus, que registraram, no primeiro dia da parada emergencial, aglomerações de passageiros. Ao mesmo tempo, reiterou a necessidade de imunização urgente dos rodoviários. Desde o início da pandemia, em março do ano passado, o sindicato registrou 42 profissionais mortos como consequência da infecção pelo Covid-19. O número, infelizmente, pode ser maior.

Sintronac cobrou fiscalização sobre a pequena quantidade de ônibus no Terminal João Goulart

A diretoria do Sintronac entende que duas medidas são urgentes para evitar o excesso de passageiros nos terminais e nos coletivos: aumento da frota em circulação e incrementação das ações de controle em estabelecimentos, que não estão respeitando as medidas de isolamento social previstas para os dez dias.

“As aglomerações estão ocorrendo, possivelmente, por dois fatores: ou há poucos ônibus ou setores não essenciais da economia estão operando livremente, uma vez que praias e locais de lazer estão fechados ou sob intensa observação”, avalia o presidente do Sintronac, Rubens dos Santos Oliveira.

O Sintronac recebeu denúncias de que, no início da manhã, havia um grande fluxo de passageiros no Terminal Rodoviário João Goulart, no Centro de Niterói.